HÁ AMOR EM MIM.....BLOGAGEM COLETIVA

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

                   Há amor em mim
                       ( Blogagem coletiva)

               Pracinha de Pentagna....passamos momentos maravilhosos nessa casa azul...adoroo!!!

                       
                                                  Era uma vez
                                    ( Toquinho )
Era uma vez
um lugarzinho no meio do nada
com sabor de chocolate 
e cheiro de terra molhada...

Era uma vez
a riqueza contra 
a simplicidade
uma mostrando pra outra
quem dava mais felicidade...

Pra gente ser feliz
tem que cultivar  as nossas amizades
os amigos de verdade
pra gente ser feliz
tem que mergulhar
na própria fantasia
na nossa liberdade...

Uma história de amor
de aventura e de magia
só tem haver
quem já foi criança um dia....

                               Pentagna...vista panorâmica (é assim mesmo, bem pequena)

Essa música tem tudo haver com minha infância simples e também com minha vida adulta já não tão simples, porém a simplicidade sempre habitou em mim.
Vivi quase toda minha infância numa "cidade" muito pequena e simples,  a minha Pentagna, que fica no interior do interior do Rio de Janeiro...é isso mesmo, não escrevi errado não!
Minha família era e ainda é muito simples e ainda moram todas lá, quando cresci mudei de cidade para poder estudar e trabalhar, porém nunca me distanciei da família e nem que quisesse conseguiria, pois amo a minha família e amo minha "terrinha".Anos depois me casei com um rapaz o qual a família tinha uma situação financeira boa e sempre que eu retornava a Pentagna para visitar a família, sempre ouvia alguém da família dizer: A gora que você está com uma situação financeira melhor você vai abandonar a gente, pode viajar para lugares lindos  e diferentes! Ou então ouvia da minha mãe: quando você tiver filhos eles não vão querer saber dessa vó pobre aqui não, eles vão querer ir para oa sítios dos outros avós,vão querer viajar com eles...etc
Mais nada disso aconteceu, meus filhos nasceram e eu sempre ia com eles para Pentagna, pois queria que eles tivessem uma infância como a minha, queria que eles subissem em árvores, andassem à cavalo, nadassem no rio, comessem frutas tirada direto das árvores....etc...e assim foi.Eles foram crescendo e se encantando cada vez mais pela vida rural simples e quando chegava as férias ao invés deles irem para o sítio com piscina, campo de futebol ou viajar....não...eles passavam as férias todas na roça na casa da vó pobre...adoravam ficar junto com os primos, tios, amigos...eles conheciam cada cantinho de PENTAGNA e quando as férias acabavam e eu ia buscá-los, eles voltavam pra casa chorando.
É por isso que eu sei que há amor em mim....
Há amor em mim quando valorizo minha família...
Há amor em mim quando cultivo minhas amizades...
Há amor em mim quando ensino meus filhos que a simplicidade também é riqueza....
Há amor em mim quando compreendo que as minhas fantasias de criança nunca iriam acabar...
Há amor em mim quando valorizo minha liberdade e aconselho meus filhos a fazer o mesmo...
Há amor em mim quando acredito em um mundo melhor!!!!

                                                    Cachoeira de Pentagna


                       Esse post participa da blogagem coletiva da Elaine Gaspareto



17 comentários:

Elaine Lobato on 29 de setembro de 2011 04:32 disse...

Nossa que lugar lindo!
Você tem toda a razão de valorizar suas origens e que bom que seus filhos valorizaram também! E além do mais não tem como não amar um lugar desses né?

bjs

ValLindinha on 29 de setembro de 2011 05:01 disse...

Que linda Pentagna (que eu nunca tinha ouvido falar rsrs)! Parece uma vila de filmes antigos.

Maysa on 29 de setembro de 2011 09:15 disse...

Que lugar gostoso e acolhedor, amo cidade pequena, não vejo a hora de mudar de Bh...
Bjs bjs

Casa com tudo dentro on 29 de setembro de 2011 13:47 disse...

Oi li dona,amiga essa coisa de amor e mesmo contagiante Ne?Lindo seu post,viu mas nao achei os quadrinhos caderno eles???
Beijinhos!

Tina on 29 de setembro de 2011 14:04 disse...

Oi amiga
Muito bonita a sua história.
O que ensinamos de muito importante aos nossos filhos é a valorização do ser, e não do ter. Parece que voce ensinou assim aos seus filhos, e eles puderam crescer sabendo que mesmo na simplicidade se encontra amor, felicidade, e paz.
bjs
Tina (SONHAR E REALIZAR)

Claudia (Perfeita Ordem) on 29 de setembro de 2011 19:14 disse...

Lindo Vânia!
Isso se chama felicidade!
Felicidade está nisso!
Quando lia que você era Pentagnense ficava tentando descobrir onde era.Agora já sei e é um lugar maravilhoso,do jeitinho que eu gosto.
Também nasci numa pequena cidade do interior do Paraná e sempre fiz questão de valorizá-la.
Agora que meus pais já não estão entre nós meus filhos morrem de saudades de lá e eu também.
Beijo minha amiga,linda sexta-feira!

Orvalho do Céu on 30 de setembro de 2011 13:43 disse...

Minha flor
Sua singela demonstra o amor que há em seu coração...
Há amor em mim
Há amor em ti
Há amor em nós
Bjm de paz

Andréa on 30 de setembro de 2011 14:28 disse...

OLÁ QUERIDA VÂNIA!
LINDA POSTAGEM,TENHO VONTADE DE MORAR EM UM LUGAR ASSIM, COM ESTA PRACINHA LINDA E CALMA!

TENHA UM ÓTIMO FIM DE SEMANA!
BEIJÃO........

Fernanda Fernandes on 1 de outubro de 2011 13:08 disse...

que linda postagem,adorei o blog!!
bjs
fernanda

Zilda Santiago on 1 de outubro de 2011 13:17 disse...

Linda postagem!!Vim lá do Bichafêmea,pq vi que mora em Pernambuco.Vim para conhecer e seguir.Bjs

Solange Fernandes on 1 de outubro de 2011 13:37 disse...

Lindo o texto amiga.
Vi lá em baixo o post do seu perfil. Que legal saber um pouco mais de você.Bjs

Rô Faleiro on 1 de outubro de 2011 13:52 disse...

Ai que coisa linda Vania, fiquei emocionada!
fiquei feliz com sua visita, assim vamos nos conhecendo melhor né..tbm adoro fazer vitrine e tbm ja fiz curso, rs
só nao ganhei nenhum concurso ainda, rs, vc é muito criativa imagino que ela deveria estar belissima!
Bom fds
bjinhus

Ilaine on 2 de outubro de 2011 04:45 disse...

Sim, há amor em você, pois eu sinto. Você é tão doce e querida, espalha amor por todos os lugares onde passa.

Vânia, sua história, de certa forma, lembra a minha. Também deixei o pequeno lugarejo onde nasci quando tinha apenas 15 anos. E depois, mais tarde, como se não bastasse, deixei o Brasil. Mas meu amor pela Terra Amada, é sem limites. Meus filhos adoram a vila onde eu passei minha infância e é lá onde passamos todos os natais. São nossas raízes, não é? E as levamos para onde quer que iremos.

Bom domingo e perdoe a ausência. Beijo

:Denise on 2 de outubro de 2011 09:30 disse...

Vania,
Linda sua história e acredito que esse retorno e valorização da sua cidade dá-se a criação que você teve. Qdo existe amor nunca nos afastamos de nossas raízes. Parabéns você realmente é uma pessoa especial por conseguir manter a simplicidade dentro de você. Conheço tantas pessoas que infelizmente deram as costas para suas raízes para sua infância, acho isso tão triste... mas cada um tem sua história e não cabe a nós julga-las né?
Bom passar por aqui e ver que me sinto cada vez mais a vontade aqui.
Beijossssss
:Denise

Eva on 2 de outubro de 2011 17:41 disse...

Que linda tua história, Vânia querida, desculpe vir apenas agora, te agradeço o comentário carinhoso, lendo tua história, me identifiquei, também quiz que meus filhos desfrutassem dos privilégios da nossa época de infância, tão sem televisão e tão rica em brinquedos naturais e mais educadores, as fotos são belissimas, amei tudinho, bjos, minha querida, parabéns pelo amor que há em ti. Uma linda semana.

Bel Rech on 3 de outubro de 2011 19:07 disse...

Há amor quando valorizamos de onde viemos e para onde vamos...Há amor quando valorizamos a base de nossa vida, a família.
Paz e bem

Vanessa on 20 de outubro de 2011 16:45 disse...

Que delícia! Passando para conferir sua bela postagem na coletiva da Elaine.

Abraço

Postar um comentário

Adoro quando você comenta!!!! Então me faça feliz e deixe um comentário!!!!Obrigada.

 

Casa de Boneca Decor Copyright © 2013 Layout por Cali Criativa ♥